RH: Mercado da Segurança está dinâmico


O primeiro semestre deste ano tem sido forte em mudanças ao nível de recrutamento. Desde a cibersegurança à segurança electrónica, e até mesmo ao nível associativo, são muitos os profissionais que abraçaram novas funções em novas organizações.

Ao nível da segurança electrónica, destaca-se a passagem de Ricardo Costa para a função de chairman da IBD Global Portugal, abandonando as funções de director-geral, as quais passam a estar ocupadas por Nuno Santos.
Ivan Figueiredo deixa a Bosch Security Systems e abraça o novo projecto da Hanwha Vision em Portugal, assumindo a função de Business Development Manager Portugal. Recorde-se que a Bosch anunciou que colocou a sua divisão de segurança à venda.
Ricardo Mendes assume o cargo de Sales District Managment Portugal (BT/VS) da Bosch Security and Safety Systems, depois de nos últimos anos ter estado ao serviço da Dahua.
A Hikvision anuncia duas novas contratações em Portugal. Ricardo Bessa assume funções de business development manager e Samuel Cabral, que nos últimos anos esteve como sales manager da Ajax em Portugal, junta-se à equipa de sales channel.
Dany Ferreira deixa o cargo de director comercial da Almas Industries e passa a integrar a Ajax com as funções de sales manager Portugal.
David Sardinha é o novo country manager da Falck depois de nos últimos anos ter sido business development manager da Hikvision.
Na segurança privada, Laura Silva deixa as funções de direcção comercial na Securitas e passa a integrar a Trablisa ESEGUR como directora, marcando também a forte aposta da empresa no mercado nacional.
Diogo Oliveira assume o cargo de CEO da Anthea – Segurança Privada, ocupado por Gonçalo Salgado, o qual é agora consultor de segurança.
Pedro Tavares deixa a Longo Plano, onde desempenhava funções de project manager. Agora integra a Prosegur Security na área das pré-vendas.
Na SST, destaque para Paula Taborda que está agora na Leroy Merlin como Health & Safety Specialist | Logistics, tendo nos últimos anos estado na Sonae MC como HS Technician – SST Logistics.
Na cibersegurança, Paulo Vieira passa a liderar a Netskope em Portugal. Nos últimos anos foi country manager da Palo Alto em Portugal. Pedro Boavida também deixa as funções de director técnico da Securnet e passa para a Netskope como solutions engineer.
Luís Lança é agora director da Palo Alto Networks em Portugal, tendo nos últimos 14 anos desempenhado funções na Logicalis Portugal.
Carlos Vieira é country manager da Hornetsecurity para Portugal, Espanha, Itália e América Latina depois de 17 anos à frente da WatchGuard Portugal e Espanha.
Angel Mateos Aguado assume a função de CEO do Grupo Evolutio em Portugal, acumulando a função de CEO da Warpcom, integrador tecnológico. Recorde-se que a Evolutio comprou recentemente a Securnet.
A nível associativo e das forças de segurança, importa destacar a nomeação do novo director nacional da PSP, o superintendente Luís Carrilho. Já Pedro Gouveia deixa as funções na PSP do Porto e assume a função de director nacional adjunto para a unidade orgânica de operações e segurança da PSP.
João Annes, CISO na ANA – Aeroportos de Portugal, é Vice-Presidente do Comité de Cibersegurança da ACI EUROPE.
A AP2SI elegeu os novos órgãos sociais para o triénio 2024-2026. A nova direcção é presidida por Miguel Gonçalves. Além de Miguel Gonçalves, juntam-se Carlos Pires e César Ribeiro, como Vice-presidentes.
A APSEI, Associação Portuguesa de Segurança, elegeu os novos órgãos sociais para o triénio 2024-2026. Paula Carvalho (P2I), foi eleita como a nova presidente da direcção e Carla Romão (Ertecna) ocupa o cargo de vice-presidente, juntamente com Ilídio Pinto (NSC).


35



Source link