Kaspersky volta a promover Security Analyst Summit (SAS) sobre ameaças informáticas – Diário Digital

A Kaspersky volta a convidar os especialistas de cibersegurança para o Security Analyst Summit (SAS), uma iniciativa da multinacional de cibersegurança onde vão ser debatidas as mudanças no panorama da segurança em IT e onde serão partilhados conhecimentos sobre ameaças recentes e sofisticadas. A conferência terá a duração de dois dias e ocorrerá a 28 e 29 de setembro.

O Security Analyst Summit SAS é um evento anual que reúne investigadores reconhecidos no domínio da cibersegurança, além de autoridades policiais globais, academias e agências governamentais. A conferência nasceu com o objetivo de melhorar a colaboração na luta contra o cibercrime, tornando-se assim o local ideal para o debate, partilha de informação e apresentação de investigações recentes.

Após duas edições, o SAS regressa agora nos dias 28 e 29 de setembro, entre as 15h e as 19h (horário local). O programa da conferência vai cobrir as tendências mais cruciais de cibersegurança, observadas no decorrer do ano passado. Os participantes irão ainda ter a oportunidade exclusiva para explorar APTs recentes e recém-descobertas, bem como ter acesso a conclusões e casos de uso de inteligência de ameaças.

Durante a conferência, serão discutidos tópicos prementes que têm sido alvo de preocupação ao longo de 2021, que vão desde ataques a cadeias de abastecimento, spyware comercial e outros. Para além de apresentarem investigações sobre vulnerabilidades e ameaças, os membros do painel vão organizar também vários workshops e formações para ajudar os “caçadores de ameaças” a tornarem-se melhores profissionais de cibersegurança.

Entre os tópicos que serão abordados durante o SAS, incluem-se as ameaças persistentes avançadas e sua respetiva caça, assim como uma análise dos riscos emergentes.

Além dos oradores da Kaspersky, o programa conta com especialistas da PwC, Mandiant, Nex, Grupo IB, Sourcegraph, NTT Security (Japão) KK e Yandex.

“Considerando todos os riscos que ainda persistem, é com tristeza que anunciamos que o SAS este ano vai ocorrer em formato virtual. Existe uma forte necessidade da comunidade de cibersegurança se relacionar e trocar conhecimentos e foi com base na mesma que tomámos a decisão de manter o evento

online. Recebemos muitas reações positivas das nossas duas últimas conferências virtuais e estamos agora de volta com um programa novo e melhorado”, comenta Sergey Novikov, Diretor-adjunto da GReAT da Kaspersky. “Desta vez, incluímos também formações desenvolvidas especialmente para o SAS. Esperemos que esta seja a última vez que nos reunimos a partir das nossas casas.”