Cibersegurança une portos de Sines e Leixões – Security Magazine

Os portos de Sines e Leixões viram aprovada uma candidatura conjunta no âmbito da 2020 CEF Telecom Cybersecurity Call no valor de 655 mil Euros. O Projecto MÉTIS prevê o desenvolvimento de uma série de acções no âmbito da cibersegurança, com o objectivo de melhorar o awareness e a resiliência a ciberataques, preservando, desta forma, duas infraestruturas críticas para o sistema portuário nacional.

A candidatura tem um prazo de execução de três anos e tem por objectivo implementar uma abordagem holística que começará por avaliar a situação actual, promovendo o intercâmbio de conhecimento entre as duas Autoridades Portuárias e demais stakeholders, por forma a desenvolver uma estratégia concertada no âmbito da cibersegurança.

Por outro lado, este projecto prevê ainda a definição e implementação de um plano de prevenção e mitigação de incidentes que será alvo de uma contínua monitorização e acompanhamento.

Esta parceria vem reforçar a estreita colaboração que tem vindo a ser desenvolvida entre os portos de Sines e Leixões, que representam mais de 70% do total movimentando nos portos nacionais, contribuindo para o reforço da resiliência destas infraestruturas, alargando o âmbito às respetivas Comunidades Portuárias e ao longo das cadeias logísticas que servem.

Como a Security Magazine já havia divulgado, a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo iniciaram a implementação de um plano de prevenção do risco e do sistema de gestão da segurança da informação na plataforma Globalsuite. A APDL reviu em 2020 o modelo de gestão de risco. Já o Porto de Sines, em 2017, celebrou um protocolo com o CNCS tendo em vista o reforço das suas competências nesta matéria.

Se gosta desta notícia, subscreva gratuitamente a newsletter da Security Magazine.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *