Ciberataque fez um dos principais operadores de oleodutos suspender toda a atividade – Diário de Notícias – Lisboa

A Colonial Pipeline, uma das principais operadoras de oleodutos dos Estados Unidos, que transporta diesel e gasolina por mais de 8800 km no país, teve que suspender todas as suas operações na sexta-feira, após sofrer um ciberataque.

“A 7 de maio, a empresa Colonial Pipeline foi vítima de um ataque de cibersegurança”, afirmou a empresa em comunicado, explicando, que, por causa disso, “todas as operações do oleoduto foram temporariamente interrompidas e alguns sistemas afetados”.

O ataque fez com que a empresa contratasse especialistas em segurança cibernética para resolver o problema. Além disso foi aberta uma investigação sobre as causas do incidente, depois do caso ser reportado “às autoridades policiais e outras agências federais”.

A Colonial Pipeline é a maior operadora de oleoduto para produtos refinados dos Estados Unidos e opera uma rede de oleodutos que faz a ligação com as refinarias no Golfo do México.

Este é apenas mais um dos muitos ataque que têm afetado os Estados Unidos nos últimos meses, incluindo o ataque cibernético massivo à SolarWinds, que comprometeu milhares de recursos de computação do governo e que levou o governo de Joe Biden a acusar a Rússia, lançando várias sanções financeiras contra Moscovo e expulsando diplomatas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *