Salários dos profissionais de TI: veja um comparativo – Via Carreira

Os salários dos profissionais de TI são os mais atrativos do mercado. Além disso, o avanço na carreira é muito mais rápido em comparação com as as outras áreas. Mas você sabe quais conhecimentos são mais valorizados pelas empresas e qual o valor pago para cada cargo?

A pandemia desencadeou uma série de transformações no mercado. Empresas que nunca antes tinham vendido pela internet tiveram a primeira experiência em 2020. Com isso, aumentou o número de vagas de emprego na área de tecnologia e faltam profissionais qualificados para atender a demanda. 

Os profissionais mais demandados

De acordo com um levantamento realizado pela Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação). Serão criados 421 mil oportunidades de trabalho no setor de TI até 2024 – mais de 100 mil vagas por ano. 

O relatório de profissões em alta do Linkedin também sinaliza que a área de tecnologia é a mais atrativa de 2021. Dos 15 cargos que aparecem com destaque na lista, 9 estão relacionadas à tecnologia da informação.

A demanda por profissionais de TI existe não só nas empresas de tecnologia, mas também em empresas de outros segmentos que estão passando por uma intensa transformação digital, como é o caso dos bancos e dos varejistas. Até mesmo a Globo, emissora de TV, abriu 60 oportunidades de trabalho só na área de tecnologia

Na tentativa de preencher tantos postos de trabalho em aberto, algumas empresas estão optando por treinar os seus profissionais. São distribuídas bolsas de estudo e, ao final dos cursos online, os participantes recebem certificado e disputam uma das oportunidades disponíveis.

Segundo uma pesquisa realizada pela empresa GeekHunter, as linguagens de programação mais buscadas no mercado são Javascript, HTML, CSS, React, Node, Express.js, SQL, NoSQL, Git e Python.

Além de conhecimentos técnicos, as empresas querem profissionais com soft skills para trabalhar com tecnologia, ou seja, boas habilidades comportamentais. A lista inclui: resolução de problemas, trabalho em equipe, proatividade, criatividade, pensamento analítico, resiliência e organização.

Quanto ganha um profissional de TI?

O valor do salário depende muito do nível do cargo ocupado pelo profissional. O canal Código Fonte, referência em programação, realizou uma pesquisa com os inscritos para definir faixas salariais. Cerca de 11 mil programadores participaram do levantamento. Confira:

  • Estagiário: R$1.323,68
  • Dev Júnior: R$2.955,93
  • Dev Pleno: R$5.594,10
  • Dev Senior: R$10.601,39

Salários dos profissionais de TI por especialidade

Os profissionais de TI são amplamente disputados pelas empresas, o que causa um aumento no salário e na cobrança por resultados. E, como em qualquer área, quanto maior o nível de responsabilidade de um cargo, maior é a remuneração.

Atualmente, as carreiras em alta estão relacionadas a cloud e DevOps. No primeiro caso, busca-se atender uma demanda das empresas em migrar os dados de estruturas físicas (hardware) para nuvem, sem colocar em risco a segurança das informações. No segundo caso, as companhias querem transformar o departamento de TI em um núcleo estratégico de negócio com foco em inovação, deixando de ser um mero suporte.

Existem muitas áreas no mercado de tecnologia, porém, algumas estão mais aquecidas do que outras. Confira os salários dos profissionais de TI conforme a especialidade. 

Suporte

O profissional de suporte atua na resolução de problemas técnicos, atendendo as necessidades de assistência do cliente. A remuneração vai de R$1,5 mil a R$5,5 mil.

Programador de Javascript

O desenvolvedor, especializado na linguagem Javascript, deve ter conhecimentos de React.js, Node.js, AngularJS, Git e MongoDB. 

Empresas desenvolvedoras de softwares, ou que prestam serviços de tecnologia, são as principais contratadoras. A média salarial é de R$4 mil. 

Engenheiro de Cibersegurança

As empresas estão investindo muito nos sistemas de cloud, ou seja, armazenamento de dados em nuvem. Por esse motivo, o engenheiro de cibersegurança tem papel fundamental para manter as informações protegidas.

Para trabalhar com segurança da informação na internet, é necessário ter conhecimentos de Docker Products, Ansible, DevOps, AWS e Kubernetes. Entre as empresas que mais buscam engenheiros de cibersegurança, vale destacar aquelas que desenvolvem softwares de computadores ou que atuam no mercado financeiro. O salário varia de R$4 mil a R$22 mil.

Cientista de dados

O cientista de dados é responsável por reunir e interpretar todas as informações coletadas nas plataformas digitais. Para ocupar essa função, é necessário ter conhecimentos de linguagem Python, linguagem R e Machine Learning. Os principais empregadores são os bancos e as companhias que desenvolvem softwares. 

Um cientista de dados no Brasil ganha de R$9 mil a R$20 mil.

Engenheiro de dados

O engenheiro de dados é a pessoa que coleta os dados brutos de um sistema, com a finalidade de organizar e explicar. Ele deixa todas as informações preparadas para que, posteriormente, o cientista possa analisar.

Os conhecimentos necessários para trabalhar como cientista de dados são: Machine Learning, Apache Spark, Apache Hadoop; grandes bancos de dados, Apache Hive e Python.

Considerando os dados do Glassdoor, o salário de engenheiro de dados varia de R$8 mil a R$19 mil. 

Engenheiro de inteligência artificial

O analista de Inteligência Artificial (IA) precisa dominar machine learning, deep learning e ciência de dados, além da linguagem de programação Python. O seu trabalho consiste em ensinar o computador a pensar como humano. O salário fica entre R$ 6 mil e R$10 mil.

Gerente de TI

O gerente de TI é um profissional demandado por empresas de diferentes segmentos. Ele se envolve na elaboração, implantação e redesenho de projetos, com o papel de orientar a equipe. Suas preocupações se concentram em sistemas, infraestrutura e segurança. O salário vai de R$14 a R$25 mil. 

Desenvolvedor full stack

A maioria dos programadores trabalham como desenvolvedor full stack. A carreira requer a combinação de conhecimentos de Front-end (HTML, CSS, JavaScript e frameworks) e Back-End (PHP, Ruby, Java). Assim, ele consegue desenvolver sistemas para gerenciar bancos de dados e interfaces para o usuário final. O salário varia de R$5 mil a R$ 14 mil.

Arquiteto de sistemas

O arquiteto de sistemas desempenha um dos papéis mais importantes da área de desenvolvimento: decide não só o design de uma aplicação, mas também as medidas técnicas, plataformas e os padrões de programação.

O arquiteto de sistemas tem um dos melhores salários dos profissionais de TI, com uma média de R$12 mil.

Gerente de projeto

O gerente de projeto é responsável por planejar e controlar a execução de projetos na hora de desenvolver um software. Ele precisa ser um expert em metodologias ágeis, como é o caso do Scrum. O salário vai de R$2,5 mil a R$20 mil.

Product Owner

O Product Owner, também conhecido como PO, é o membro do time que utiliza o framework Scrum para trabalhar. O seu trabalho consiste em direcionar o projeto conforme a necessidade do cliente. O salário médio é de R$8.000,00.

Scrum Master

O Scrum Master é um líder servidor: ele ajuda os outros profissionais envolvidos no projeto, como é o caso do PO e do time de desenvolvimento. O salário médio é de R$8.000,00.

Empreender é uma forma de ganhar mais na área de tecnologia, no entanto, os riscos também são maiores. Quem abre o próprio negócio de TI tem ganhos acima de 10 mil reais por mês facilmente. 

Depois de conferir alguns salários dos profissionais de TI, veja as principais perguntas técnicas feitas na entrevista com profissional de TI.

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Isabella MorettiFormada em Publicidade e Propaganda, pós-graduada em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais. É também empresária e CEO & Founder do ViaCarreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *