Militares portugueses participaram em exercício internacional de ciberdefesa – Security Magazine

Uma equipa de 30 militares portugueses da Marinha, Exército e Força Aérea, em cooperação com 18 militares do Comando de Defesa Cibernética do Brasil, participaram, sob a coordenação do Centro de Ciberdefesa das Forças Armadas, no exercício LOCKED SHIELDS, no período de 13 a 16 de Abril.

Este exercício de ciberdefesa, promovido e conduzido pelo “NATO Cooperative Cyber Defence Center of Excelence” (CCDCOE), na Estónia, tem como objectivo preparar as 29 nações participantes na resposta a ataques/incidentes no ciberespaço.

O exercício contou ainda com a participação do Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS), e das empresas Siemens e Ckeckpoint em Portugal.

Devido a restrições associadas ao COVID-19, os militares portugueses participaram no exercício no Centro de Ciberdefesa, no Estado-Maior-General das Forças Armadas e a equipa brasileira e as entidades nacionais participaram remotamente a partir das suas instalações.

Esta foi a terceira participação de Portugal no exercício LOCKED SHIELDS, destacando-se este ano a cooperação com o Brasil, constituindo uma equipa conjunta e combinada.

Na edição deste ano, a equipa azul da Suécia venceu o Exercício, seguida pelas equipas da Finlândia e República Checa.

Se gosta desta notícia, subscreva gratuitamente a newsletter da Security Magazine.

pub

Foto: EMGFA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *