Idifarma escolhe Sophos para proteger a sua rede e informações – Security Magazine

A Sophos foi escolhida pela Idifarma, um laboratório farmacêutico espanhol dedicado à prestação de serviços de desenvolvimento e fabrico de medicamentos (CDMO), para proteger a sua rede, informação e ligações comerciais com as soluções Sophos Synchronized Security.

Com o apoio da Tigloo, um parceiro tecnológico do laboratório, a Idifarma implementou Intercept X Advanced e Intercept X Advanced para protecção de servidores, bem como a Firewall Sophos XG para a protecção de todos os pontos terminais e ligações da rede da Idifarma.

A ciber-segurança tornou-se uma questão crítica para qualquer negócio hoje em dia. Um aspecto chave que ganha peso no caso da Idifarma, dado o nível de especialização necessário para a utilização de software e hardware, adaptado ao sector da investigação farmacêutica e regido por regulamentos internacionais rigorosos.

Para além da implementação do teletrabalho como consequência da crise sanitária da COVID-19, o laboratório exigiu um reforço da sua ciber-segurança para enfrentar as actuais ameaças complexas e sofisticadas.

“Idifarma gera e processa uma grande quantidade de informação em todas as fases de um projecto de investigação que deve ser guardada durante todo o processo de desenvolvimento de medicamentos, o que pode demorar vários anos. Além disso, nos dias em que vivemos, também procurámos proporcionar a acessibilidade do exterior a todos os trabalhadores sempre que necessário para que possam teletrabalhar sem perder a segurança”, diz David Castillo, chefe de TI da Idifarma.

A implementação de Intercept X Advanced para servidor com EDR permitiu à equipa de TI da Idifarma ter capacidades de detecção e resposta contra ameaças endpoint, graças ao bloqueio avançado de malware com tecnologia Deep Learning, pesquisa proactiva de ameaças na rede e bloqueio e controlo de servidores.

A instalação da Firewall Sophos XG permite à Idifarma garantir a segurança do perímetro da rede interna, ligações seguras para todos os funcionários a partir de múltiplos locais, e detecção e bloqueio de ameaças desconhecidas com resposta automática a ameaças que identifica e isola instantaneamente os sistemas comprometidos para impedir a propagação do ataque.

“A melhor notícia é que não há notícias”, David Castillo, gestor de TI da Idifarma.

AIdifarma protegeu o acesso remoto, a transferência de ficheiros e a navegação de todos os seus empregados, bem como a protecção cibernética contra ameaças como os resgates.

“As novas soluções são totalmente operacionais e transparentes para os utilizadores. A melhor notícia é que não há notícias, não tivemos um único incidente devido a vírus ou intrusões de segurança, nenhuma informação foi comprometida e nenhum trabalho foi atrasado por questões de segurança informática”, diz David Castillo.

Para além da redução do tempo de gestão, a Idifarma valoriza o processo de securitização como muito positivo, graças ao qual reconhecem estar muito satisfeitos após “a confiança depositada na Sophos para proteger os nossos sistemas e a nossa informação, que é o fruto do nosso trabalho”, diz o gestor de TI da Idifarma.

Fundada em Navarra em 2001, Idifarma oferece os seus serviços à indústria farmacêutica com uma empresa especializada no fabrico de medicamentos para o tratamento do cancro que requerem condições especiais de protecção. O laboratório está concentrado na manipulação de substâncias altamente tóxicas e no fabrico de produtos que requerem pequenos volumes para diferentes mercados, bem como na melhoria de certas características dos medicamentos graças a tecnologias avançadas. A partir da sua sede em Noáin (Navarra), a empresa presta serviços a mais de 100 empresas farmacêuticas em todo o mundo, especialmente na União Europeia. Os seus clientes incluem Novartis, Teva, Cinfa e Chemo, entre outros.

Se gosta desta notícia, subscreva gratuitamente a newsletter da Security Magazine.

pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *