Operadoras de telefonia têm 15 dias para explicar vazamento de dados – PlanetaOsasco.com

O Ministério da Justiça deu 15 dias para as operadoras de telefonia explicarem o vazamento de dados de contas de celular. O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça notificou as quatro grandes operadoras de telefonia no Brasil, a Oi, Vivo, Claro e Tim para que expliquem o vazamento de dados de quase 103 milhões de contas de celular.
O vazamento foi constatado por uma empresa de cibersegurança no dia 10 de fevereiro. Informações sensíveis dos consumidores ficaram expostas, como número do RG, CPF, data de nascimento, e-mail, endereço, número do celular e detalhes sobre o valor e o pagamento da fatura.
Os dados do presidente Jair Bolsonaro estariam, por exemplo, entre as informações que foram vazadas. Com a notificação, as empresas tem um prazo de QUINZE dias para se manifestar.
O vazamento das contas telefônicas aconteceu dias depois do megavazamento que expôs os dados de mais de 220 milhões de brasileiros, inclusive de pessoas que já morreram.
Para Miriam Wimmer, diretora da ANPD, a Autoridade Nacional de Proteção de Dados, os consumidores podem adotar algumas práticas para reduzir os riscos do uso de dados pessoais por criminosos.
Na semana passada, a ANPD já tinha anunciado que estava investigando o vazamento dos dados das empresas de telefonia e que notificou a Polícia Federal e as empresas de telefonia, para adotarem medidas de redução de riscos para os consumidores.



– Publicidade –

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *