Visão | Um em cada dez gamers já foi vítima de roubo de identidade – Visão

Uma nova investigação sobre gaming, a nível mundial, realizada pela consultora Savanta para a Kaspersky, conhecida marca de programas antivírus para computadores e empresa especialista em cibersegurança, revelou que 12% dos jogadores já foram vítimas de roubo de identidade e que isso poderá equivaler atualmente ao custo total de 283 mil milhões de euros. O cálculo é feito com base nos 48% de jogadores que – em 3,1 milhões de jogadores em todo o mundo – usam o computador para jogar e no custo médio de uma conta de Steam (um software de gestão de plataformas digitais, como os jogos) para cada utilizador, que será de 1578 euros.  

A investigação Generation Game” teve como objetivo analisar o estado atual do gaming a nível global e do inquérito a 5031 jogadores resultaram outros dados importantes. Por exemplo, 19% dos inquiridos afirmou já ter sido vítima de bullying enquanto jogava. Esta tendência ganha mais destaque em países como a Rússia (44%), Turquia (28%), Arábia Saudita (27%) e Estados Unidos da América (27 por cento). Além do bullying, um terço dos jogadores afirmou ainda ter sofrido “nas mãos” de indivíduos enganadores ou cheaters. 

Estes aspetos ganham especial destaque já que são causa de stress nos jogadores – 31% afirmou sofrer de stress e ansiedade quando o principal motivo (62%) apontado pelos inquiridos para jogar é, precisamente, o alívio do stress.  

No estudo, a Kaspersky deixa ainda alguns conselhos aos utilizadores para jogarem online de forma segura e que passam pela compra de jogos em fontes oficiais, utilizar um cartão exclusivo para compras online ou a utilização de ligações seguras e a proteção dos dispositivos utilizados.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *