Michael Page estima subida entre 5 e 1% nos salários das profissões tecnológicas – Jornal Económico

A competição pelo talento tecnológico aumentará este ano motivada pela criação de novos centros e de excelência (CoE) e de inovação tecnológica, hubs e startups, que continuam a considerar Portugal atrativo para as suas operações, adianta a Michael Page.

No topo da procura estarão, segundo esta empresa de recrutamento especializado, profissões ligadas às áreas de cibersegurança, IoT, cloud, machine learning e Big Data, e são as de SOC Analysts, Pen Testers, IoT Architects, Cloud Admin, Data Engineers, Data Scientists, Data Analysts e Machine Learning Engineers.

“Os profissionais destas áreas irão ter maior procura no decorrer deste ano, acompanhando as atuais necessidades das empresas no sentido da digitalização dos seus produtos, serviços e processos de trabalho, confirmando o dinamismo do sector tecnológico, no qual se prevê uma evolução de salários de 5% a 10%”, afirma.

Na análise realizada pelos consultores de recrutamento da Michael Page a partir de observações de mercado e tendências de contratações das empresas para este ano, a função que atualmente apresenta maior procura entre os empregadores é a de Fullstack Developer. Como principais responsabilidades destacam-se o desenho e implementação de soluções de alta performance com recurso a tecnologias Open Source e/ou tecnologias proprietárias.

Segundo a Michael Page, os candidatos com formação académica superior nas áreas de Engenharia Informática, e experiência prévia de trabalho em projetos internacionais, são os mais valorizados. Para o desempenho desta função, os candidatos poderão auferir uma remuneração bruta anual de 28 mil euros, à qual acresce uma parte variáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *