Especilistas aconselham transparência na transferência de dados – MERCADO

O director do escritório de protecção de dados da Huawei, Joerg Thomas, garantiu que “poderemos testemunhar um aumento em acções judiciais colectivas no espaço de dados pessoais em 2021-22, já que as partes agravadas veem o recurso judicial como uma maneira mais rápida de obter reparação quando seus direitos de dados são violados”.

Para, o director Internacional de Tecnologia, Cibersegurança, Micro Focus, Ramses Gallego, a protecção de dados não é apenas unidimensional, mas abrange três arenas a identidade, os dados e o aplicativo.

Felix Wittern,é de opinião que “nunca há um dia enfadonho na privacidade,considerando mesmo que a decisão Schrems II anunciada em Julho do ano passado representa um dos maiores desafios em relação às transferências internacionais de dados, fora Espaço Econômico Europeu (EEE)”salientou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *