Divulgada a lista anual das passwords mais usadas em todo o mundo. Saiba quais são – Dinheiro Vivo

Com o fim do ano a aproximar-se, a NordPass divulga agora a lista das passwords mais utilizadas em 2020. Entre as 200 mais comuns em todo o mundo, “senha” encontra-se em décimo lugar e “iloveyou” em 17º.

A Nordpass (empresa que gere passwords), em parceria com uma empresa especializada em pesquisa de violação de dados, analisaram uma base de dados que continha 275 milhões de passwords. Deste total de passwords, apenas 44%, ou seja, 122 milhões, eram únicas.

Top 10 das passwords mais usadas

(Conheça aqui a lista completa das passwords mais utilizadas no último ano)

Apesar dos constantes avisos dos especialistas em cibersegurança, os utilizadores ainda usam palavras chave fáceis de recordar, incluindo os seus próprios nomes, desportos favoritos, comidas, etc. Através do estudo desenvolvido, foi possível verificar que apenas menos de metade das passwords são novas na lista de “mais populares” de 2020.

Se a sua password estiver na lista das “mais populares” , o especialista em cibersegurança, Chad Hammond, sugere que a altere imediatamente: “a maioria destas passwords pode ser pirateada em menos de um segundo. A password mais popular “123456” foi violada 23 597 311 vezes” alerta Chad.

É importante que as suas novas passwords sejam únicas e complicadas, só assim será possível proteger as suas contas. Para além disto, sempre que possível, utilize a 2FA (Autenticação por 2 fatores), quer seja numa app, com uso de dados biométricos por exemplo ou na chave de segurança usada no próprio hardware. Assim, as suas contas vão ficar muito mais seguras ao ser adicionada esta camada extra de proteção.

Se pretender verificar se alguma das suas atuais passwords já foi exposta online, pode também conferi-lo usando um verificador de força online (existem vários online).

Ainda nesta área, o especialista em segurança na NordPass sublinha que as passwords fracas podem ser facilmente forçadas: “estas podem ser usadas para ataques de credenciação, em que os logins violados são usados para conseguir acesso não autorizado às contas dos utilizadores.”

Se for vítima de um ataque de credenciação, “pode perder o seu Facebook ou outra conta importante com todo o seu conteúdo. Além disso, o seu endereço de e-mail pode ser usado para ataques de phishing ou para enganar a sua família e amigos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *