Biden escolhe antigo adversário Pete Buttigieg para Secretário dos Transportes – Expresso das Ilhas

O Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, vai escolher o antigo adversário nas primárias do Partido Democrata Pete Buttigieg para Secretário dos Transportes, que será assim o primeiro elemento assumidamente homossexual de uma administração americana.

A informação é avançada pela Associated Press (AP), que cita três fontes familiarizadas com o processo de constituição do executivo da Casa Branca para os próximos quatro anos.

Pete Buttigieg, de 38 anos, antigo autarca de South Bend, no Indiana, é o segundo adversário de Biden nas eleições primárias presidenciais do Partido Democrata a ser convidado para a administração, depois de Kamala Harris, que vai ocupar o cargo de vice-presidente.

De recordar que Kamala Harris, de 56 anos, vai ser a 49.ª vice-presidente dos Estados Unidos da América (EUA), mas vai ser também a primeira mulher, primeira afro-americana e primeira cidadã de origem indiana.

Pete Buttigieg é o mais recente nome a integrar o ‘executivo histórico’ de Biden – que também é o que tem o maior número de mulheres -, uma vez que é vai ser primeiro governante assumidamente homossexual na Casa Branca.

A nomeação do antigo pré-candidato à Casa Branca ainda não foi formalmente anunciada, mas depois disso vai ter de ser aprovada pelo Senado dos EUA, de maioria republicana e habitualmente mais conservadora.

Biden, de 78 anos, chegou a comparar Buttigieg ao filho Beau Biden, que morreu em 2015.

“Para mim é o maior elogio que posso dar a um homem ou mulher. E, tal como o Beau, [Pete Buttigieg] tem a espinha dorsal como uma vareta”, disse Biden, em Março, durante um evento no qual o futuro Secretário dos Transportes também participou.

“Prometo-vos que, durante a vossa vida, vão ver muito mais do Pete do que vão ver de mim”, acrescentou, na altura, o agora Presidente eleito.

As três fontes contactadas pela AP confirmaram a escolha de Buttigieg sob a condição de anonimato porque não queriam adiantar-se ao anúncio oficial de Joe Biden.

Pete Buttigieg foi autarca da quarta maior cidade do Indiana entre 2012 e 2020. O democrata também foi oficial de inteligência no Afeganistão durante sete meses.

A candidatura presidencial de Buttigieg foi a primeira cuja figura central era assumidamente homossexual. Pete é casado com Chasten Buttigieg desde 2018.

Várias organizações que batalham pelos direitos LGBTQ+ demonstraram imediatamente apreço pela escolha de Biden.

“A nomeação de Pete é um marco histórico em várias décadas de esforços para garantir que as pessoas LGBTQ+ são representadas pelo Governo, e o seu impacto vai reverberar muito além do departamento que vai liderar”, disse a presidente do Instituto Vitória LGBTQ+, Annise Parker.

A entrada de Buttigieg no executivo “distancia” o país de “um legado problemático que barrava pessoas LGBTQ+ de cargos governamentais”, aproximando a nação “da visão do Presidente eleito de um Governo que reflecte os Estados Unidos”.

Entre as valências do Departamento dos Transportes está supervisão da rede rodoviária, ferroviária e de aviação do país.

A vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais foi confirmada na segunda-feira pelo Colégio Eleitoral, que arrecadou 306 grandes eleitores, de um total de 538 e bem acima do mínimo de 270 exigido para um candidato ser considerado o vencedor.

A administração que vai ser liderada por Joe Biden, a pessoa mais velha a ocupar o cargo de Presidente dos EUA, está aos poucos a ganhar forma, apesar de o Presidente cessante, o republicano Donald Trump, insistir na tese infundada de fraude eleitoral, razão pela qual não reconhece a vitória do democrata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *